segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Quando uma árvore incomoda


   Temos no terreno vários diospiros. Era uma árvore que não conhecia, ainda acho que não conheço o suficiente mas já percebi que tem um grande sistema radicular, pois continuam a aparecer rebentos nos lugares mais inconvenientes.
  Os rebentos que aparecem nas caldeiras das outras árvores, são cortados, tal como aqueles que nascem perto do muro.
   No outro dia um vizinho veio nos dizer que estavam a nascer rebentos no alcatrão, do lado de fora do muro e no terreno do vizinho já havia uma "árvore" bem grande.
    Desta vez tínhamos de arranjar uma solução mais duradoura, para não haver danos maiores.
  Decidimos experimentar um processo que resultou em parte, da sabedoria local, outra parte de pesquisa da net.
  Depois de cortado o ramo, fizemos uns orificios no cepo e deitamos agua com sal e vinagre. Atenção que apenas devemos deitar a mistura nos orificios e no cimo, evitando que toque na terra.


   Esperamos algumas semanas para ver se funcionava e, por enquanto, podemos dizer que está a resultar. Se não tivéssemos aplicado a "mixórdia" já estavam a rebentar novos ladrões.
   A árvore "original" não parece ter sido afectada, mas também esta ainda longe deste rebento.
   Vamos fazendo o update.

1 comentário:

Horticasa hoticasa disse...

Também tenho um diospireiro mas, ainda não dei porque houvesse esse problema, já a ameixoeira da minha prima, é rebentos por todo o lado...