sábado, 19 de novembro de 2011

Como planto os meus morangueiros

    O doce de morango teve muito sucesso. A produção de morango é que foi muito pouca e trabalhosa. No curso de AB aprendi mais algumas coisas sobre os morangos. Eis como fiz a minha plantação:


    Escolhi uma zona abrigada e de meia sombra (o morango é uma originalmente uma espécie de sub-bosque que se desenvolve naturalmente com alguma sombra apesar de gostar de sol). Também precisa de alguma acidez no solo, para isso ou se adiciona composto com alguma acidez (feito com muitas folhas de árvores) ou faz-se uma cobertura de agulhas de pinheiro (isso fica para mais tarde). O local que escolhi apanha com a queda de folhas dos dióspiros e não é cultivado faz 4 anos (o solo está cheio de composto).

    Marquei o canteiro (sempre de modo a que chegue a qualquer ponto sem ter de pisar o seu interior), retirei ervas e cavei.

    Endireitei o canteiro e fiz uma pequena elevação nas margens. Adicionei adubo orgânico porque não tinha composto meu pronto, apenas o que estava no solo podia não estar completo.

Usei dois molhos de 20 pés de morangos.



Isto é um estolho, tal como é tirado da terra, tem umas raízes compridas, raízes essas que se cortam.

    Consegue-se perceber bem a diferença entre um estolho (à direita) e um pé de morango com mais de um ano (esquerda).

   
    As raízes dos morangos são pastadeiras (propagam-se à superfície) por isso quando ponho o morango no chão tento abrir as raízes para os lados (e não ponho para baixo, como é normal).


    E pronto. Atenção o "olho do morangueiro", aquela parte verde do centro, donde partem as folhas não pode ficar enterrada ou o morangueiro morre.


    Apesar de estar tudo molhado, reguei os morangos para tirar o ar que possa existir junto das raízes.
Quando o calor apertar terei de pôr uma cobertura (de agulhas de pinheiro, ou de palha) e a rega. Falta pôr umas alfaces no meio: protegem o solo enquanto o morango não se espalha, evitam as ervas, e mais tarde são substituídas pela cobertura, e assim não necessito usar plásticos. Tenho de fazer mais canteiros, estes não vão chegar para as encomendas.

(Para aqueles que não sabem o que é um estolho, raízes pastadeiras, ou outras coisas sobre os morangos, vou tentar fazer um pequeno resumo nos próximos dias)

11 comentários:

pal disse...

Olá, Ana, ocorreram-me duas dúvidas: estás a fazer isto agora? (nós temos feito sempre só no início da primavera) e o que vai ser essa 'cobertura'? (nós ainda usamos o plástico)

E já agora :) os nossos morangos vão aparecendo em quantidades relativamente pequenas... Temos comido naturais, à sobremesa, a cada colheita. Existe alguma forma de 'conservar' várias colheitas de forma a conseguir juntar uma quantidade 'boa' para fazer mais doce de uma vez?

Obrigada!!

Rui Esteves disse...

Olá Ana,

Se fosse a si apostava mais nos morangos de dias longos (Diamante) pois dão mais morangos e até mais tarde, falo por experiencia propria pois este ano em Outubro fartei me de comer morangos com a ajuda do tempo claro

Cumps!

Ana Mourão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Aprendiz disse...

Vou anotar as dicas para a minha próxima plantação.

Rita

Ana Mourão disse...

Pois é Rui. Estes são camarosa (são os tipicos aqui no Ribatejo), dão-se bem. Sei que daqui a 2 meses chegam outros, não sei se são Diamante. Sabe que aqui só se arranja (assim "em pés") o que é mais comum. Algo diferente e já olham para nós meios de lado. Apanho muitos olhares desses (ainda não percebi se é por ser mulher ou se é por causa da Agr. biologica).
Pal, vou responder mas preciso de prepar a informação.
Volte sempre Rita
Ana Mourão

pal disse...

obrigada Ana!

e já agora, tb para o Rui, só os mais entendidos é que distinguem essas duas qualidades de morangos?

(os nossos também ainda deram em outubro!)

Ana Mourão disse...

Pal,
Vê o novo comentário que fiz, deve responder a aulgumas questões.
Qunto à conservação dos morangos, nunca é fácil, não há nada que supere o morango fresco mas os morangos podem ser congelados (inteiros ou em polpa). O morango deve estar seco, e não podem estar encostados e tem de ser uma congelação o mais rapida possivel (nas fabricas usa-se nitrogenio).
Espero que tenha ajudado.
Ana

Jose Batista disse...

ola a todos,
Ana eu também levo olhares desses, e comentários idênticos porque estou a fazer agricultura biológica, dizem-me que a compostagem nunca vai dar em nada mas eu continuo,(sou teimoso) se der dá se não der não dá, estou a começar.

anA disse...

Vou entrar no vosso convívio.
Já hà duas semanas que ando a comer os meus morangos que cresceram muito graças ao chorume de urtigas,que é muito eficaz na agricultura biológica.
Preciso de uma ajuda; quando deixar de ter morangos que faço com as plantas? deixo-as na terra, no mesmo sitio?
Agradeço a sua disponibilidade.
grata
anA

caio disse...

olá moro em rondonia aqui nao produz morango eu seria grato se vc podese me doar augumas mudas de morango auguem poderia me doar ?

beatriz santos disse...

o morango apesar de ser uma fruta muito apetitosa, serve para fazer varias coisas deliciosas como, sucos, vitaminas, doces, e tambem os comentarios sobre essas frutas e muito interesantes, e suas partes sao curiosas, e porisso digo... essa fruta e muito especial.