terça-feira, 15 de Março de 2011

Ferramentas para podas

Este é o meu cantinho. Não está bem decorado, mas hoje está arrumado. Tive de arranjar um lugar para pôr as "coisas" porque andavam sempre espalhadas por todo o lado. Como tem altura suficiente e é lavavel também uso para tratar de vasos, como bancada.
(esta folha é o esquemático da horta, falo para a próxima)

    Estas são as minhas ferramentas de poda, que também servem para outras coisas.


  • Tesoura de podar sedes, tem um aspecto ferrugento porque não uso muito, mas está afiada.
  • Tesoura de cabo extensivel, dá muito jeito, mesmo quando estamos em cima da árvore.
  • Tesousa de podar comum, tenho várias, chega para todos. É a que uso mais, porque numa poda correcta e frequente os ramos a cortar serão idealmente finos.
  • Serrote de poda. Este é bom (é da Belota, passo a publicidade). Um serrote de má qualidade fica cego muito depressa e este é dificil de afiar.
  • Garrafinha de alcool.
Cuidados básicos

    Lavar quanto baste, para tirar as terras, mas depois secar. A água estraga a ferramenta.
   Afiar com frequência (quando eu peço o meu gajo afia-as com um amolador). Uma ferramenta afiada poupa trabalho porque faz-se menos força e deixa um corte mais limpo, mais facil de cicatrizar para a árvore.
   As árvores são seres vivos e tal como as pessoas têm doenças, algumas são contagiosas. Um exemplo disso é a gumose, um virus que uma vez na árvore é para sempre, sendo mortal para as menos resistentes. Por isso uso alcool para limpar as ferramentas entre podas. Arranjei uma garrafa do spray de lavar os oculos e pus alcool, ponho sempre o spray entre cada poda.
   Quando contratava alguém para podar as árvores, as pessoas não tinha esse cuidado, e agora tenho uma parte das árvores com gumose. Agora como faço eu, tenho árvores novas que ainda não estão infectadas.
   Falta falar da motossera, também pode ser para podas, mas não gosto, porque é grande e nós não estamos numa situação de pleno equilibrio em cima de um escadote ou de uma árvore. Além disso tenho menor controlo no corte.
   Os meus companheiros, sempre por perto.


   Boas podas



3 comentários:

horticasa disse...

Quanto ás ferramentas não sei que te diga.
Agora estes meninos!? Metem cá um respeito.
São labradores? É que eu tenho uma mania, só gosto de cães grandes, mas depois tenho um medo...!
ááái meu deus!...
bj eugénia

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Cá em casa as ferramentas para não ganharem ferrugem normalmente depois de usadas são limpas num paninho embebido em azeite ;)

Quinta das Mogas disse...

Também sou grande fã desse serrote da Belota, quando me ponho a "brincar" com ele acaba sempre por me "ferrar". Obrigado pelos alertas das doenças, nunca me lembro desses pormenores. Não sei se é gumose mas tenho uns castanheiros em mau estado, com uma doença qualquer...