sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Estacas de marmelo

   O marmelo é uma espécie que "pega" muito bem de estaca. Basicamente, corta-se um ramo não verde, enviesado em cima e em baixo (em baixo , para aumentar a superfice de contacto, em cima para a água escorrer mais depressa) e espeta-se na terra.

    Ponho sempre mais que uma estaca, porque há sempre mortalidade.


    Enterra-se sempre mais que um gomo, pois é dai que vão rebentar raízes. Se houver folhas cortam-se, assim a estaca preocupa-se em criar raízes e não gasta energias a manter as folhas. Cuidado as folhas devem ser cortadas e não arrancadas, pois se houver gomos na base da folha eles podem estragar-se com o arrancar e depois já não vão dar folhas novas.
    Se "pegar" mais que uma estaca, tira-se e pode-se usar a estaca para fazer enxertia de maçã, por exemplo.

3 comentários:

Lúcia disse...

Parece mesmo fácil, se eu tivesse mais espaço por aqui arriscava. Adoro marmelada caseira!

Quinta das Mogas disse...

Olá Ana
Tem algum cuidado especial com as estacas ao regar? Basta deixar à chuva e ao vento e já está, ou devemos dar umas regas para ir mantendo as estacas sempre húmidas?

Desculpe as perguntas :) Tenho nas Mogas dois marmeleiros muito velhos a precisarem de uma poda urgente e ficava a saber mais sobre as estacas.

Obrigado
J.

Ana Mourão disse...

Ola Mogas,

Só agora é que voltei ao blog. Por mais que se comam laranjas não se evitam as constipações (e ca em casa é sempre x4).
Eu não fiz nada às estacas, a ideia é essa. Ponho nesta altura do ano para não ter mais trabalhos. Já sei que tenho mortalidade mas já pus mais a contar com isso. Se o inverno fosse anormal (seco) teria regado quando a terra tivesse seca. Ai no norte talvez esperava pelo inicio da primavera (é mais frio e há a neve...)