segunda-feira, 27 de junho de 2011

Corte de mato no pomar

    Dos poucos produtos químicos que usava na quinta era o herbicida. Era pratico, duradouro, económico e o facto de não remover a terra também era benéfico para as árvores. Agora não podemos usar. Sem gastar dinheiro extra e de rápida eficácia só tínhamos a opção da roçadora.


    Fica um trabalho bonito, depois de feito. Antes parece uma tarefa para Hércules.
    Temos de optimizar este processo: comprar a alfaia para o tractor? cultura nas entrelinhas? "arelvar"?Outras???
  Este ano então ... chuvisca quase todas as semanas e as ervas estão imparáveis.
   Mas esta não é a pior parte. Vêem ao fundo a erva alta? Ali é a antiga vinha (terreno vazio com algumas árvores espalhadas). Esse trabalho é que assusta. Ali costuma entrar o tractor com grade de discos uma vez por ano, e geralmente chega. Faz 2 meses que foi gradado e já está neste estado. Enfim...

2 comentários:

horticasa disse...

Mas se formos cortando as ervas sempre, às tantas parece um relvado.
Fica bonito mesmo.
bj eugénia

Kastanon disse...

Bom sinal... sinal de boa terra