domingo, 24 de Abril de 2011

Como faço a poda das minhas laranjeiras II

    Continuando a poda da laranjeira:

    Corto o ramo maior porque está a crescer dentro da copa e eu quero deixar as ramadas principais limpas até ao cimo (onde se dividem em vários ramos). Os outros dois ramos pequenos são os "ladrões", corto-os todos.

     Este ramo foi cortado porque estava a crescer para dentro da árvore e não para fora.

    Como já tinha dito, corto os ladrões antes que eles fiquem mais grossos.

    O ramo onde tenho a mão também foi cortado, a árvore já tem muitas ramadas, cortei antes que engrosse. Junto à margem direita da foto está um ladrão que ficou do ano passado, já está a engrossar (a deixar de ser verde). Tem um crescimento vertical muito acentuado, rouba muitas reservas à árvore.

    Depois de finalizada a poda a luz já entra no resto da copa. Tenho a fama de ser conservadora porque deixo as árvores com muitas folhas/ramos, não gosto de abusar. A árvore está de boa saúde (não precisa de cortes sanitários) e já tirei muita copa. Devo ter chegado aos 40%, o que é um exagero.

    Ainda há uns ramos tortos que irei tirar na próxima poda de reformação (3 ou 4 anos). Apesar de ser visível a melhoria de luminosidade, ainda ficou muita folhagem nova.
    Quando se faz uma poda forte, a árvore investe as suas reservas a criar novos ramos (crescimento vegetativo) e não investe em gomos frutíferos por isto não espero grande quantidade de fruta. Isto também quer dizer que vai haver muitos ladrões, para o ano, que terei de tirar, para "forçar" a árvore a fazer reservas (quando tem muitas reservas investe a frutificar).
    As árvores são seres vivos, qualquer acção nossa provoca uma reacção. Precisam de cuidados, vigilância, alimento e em troca criam para nós deliciosa fruta.

6 comentários:

antonia disse...

Que diferença! Grande trabalho!!! ;)

Quinta das Mogas disse...

Adorei este post!! Temos mesmo que aprender a técnica de ficarem baixinhas..

jpsatanaz disse...

Amigos qual a melhor "epoca" para podar laranjeiras?

Ana Mourão disse...

Olá JP,
Esta é a resposta que já enviei por mail para varias pessoas. Espero que ajude.
"Não é uma resposta fácil, depende de vários factores (objectivo das podas, idade da planta, disponibilidade, condições climatéricas), mas assim a grosso modo faz se a poda depois da colheita e antes da floração. O que varia conforme a variedade mas em média é mais ou menos Abril. Se não conseguir fazer nessa altura (eu nunca consigo porque tenho muitas) não faça durante a floração (perturba a polinização das abelhas e faz as cair sem formar fruto) faça depois quando o fruto já for visível mas ainda pequeno."

Volte sempre

Ana

TomarDança disse...

Saudações a todos/as.
Obrigado pelos vossos ensinamentos de pessoas experientes.
A Vida colocou nas minhas mãos algumas árvores de frutos, (antes era o meu sogro que cuidava delas, saúde agora não permite).
Pesquisando no Google cheguei a este blogue.
Nas primeiras podas deixei as desgraçadas quase depenadas, agora, graças a vocês, entendo que que fiz mal, espero que elas recuperem.
Amo as árvores, assim como tudo na Natureza, como alguém já escreveu antes, são seres vivos.
Um abraço

Anónimo disse...

Gostei dos ensinamentos sobre poda de laranjeiras mas, gostaria de tirar uma dúvida," num pomar envelhecido com laranjeiras de mais de 30 anos, compensa recuperá-las em termos de produtividade????ou o ciclo de vida recomendará as sua substituições???Muito obrigado.JPF.