sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Amendoeiras

     As minhas amendoeiras já estiveram em flor, agora estão quase todas verdes. É sempre bonito e supreendente vê-las a florir. Quando começam a perder a flor parece está a nevar...


Estão todas junto ao muro, como produzem sempre amêndoas que se tratem que não, estão muito desprezadas. Só tenho amêndoas doces. Acho que arranjar uma amêndoa amarga para depois fazer amarguinha!


Houve tempos que muitas ruas de Portugal tinham amendoeiras, era bonito. Agora têm palmeiras! Não sou fã, já para não dizer que são árvores que estão sempre em stress cheias de doenças e de pesticidas. Enfim...

10 comentários:

MakingMoney disse...

É possivel plantar uma amendoeira num vaso inicialmente? Como posso/devo faze-lo?

Artes da Velha disse...

Aqui no Ribatejo não há muitas amendoeiras, é pena pois são magnificas. Palmeiras, já começa a haver algumas, eu própria tenho uma, porque já lá estava antes de eu nascer. Também não sou fã, mas da minha até gosto ...

Lúcia disse...

Eu pessoalmente também gostava mais das amendoeiras, têm uma flor lindíssima!

Huumm e a amarguinha também não é má, eheh.

Ana Mourão disse...

Olá Teresa,

Somos vizinhas, tambem moro no Cartaxo (Ereira). Posso dizer que as amendoeiras aqui da quinta dão-se muito bem e dão amendoas muito gostosas.
Obrigada pela visita
Ana

MakingMoney disse...

Ohhhhh, não respondeu à minha questão. É que estou a ponderar adquirir uma quintarola e, enquanto compro e não compro queria começar algum tipo de aprendizagem... achei que se começasse por plantar as coisas em vasos depois poderia transplantá-las para um espaço maior.
A minha ideia inicial é para consumo da casa mas não queria fechar a porta totalmente à profissionalização.
Também queria saber como posso plantar algodoeiro. Ocasionalmente vejo uns pés À venda lindissimos e sinto-me curiosa relativamente a esta planta.

Artes da Velha disse...

Olá Ana,

Pois é, somos mesmo vizinhas, eu sou de Pontével.
Encontrei o seu blog atraves da quinta do sargaçal, e gostei muito porque me identifiquei com muita coisa. Só que eu fiz o percurso inverso, por motivos profissionais saí do campo para a cidade, mas tal como a Ana, já tenho a varanda cheia de vasos ...
Só no fim de enviar o comentário é que vi que morava no Cartaxo, e achei muita graça à coincidencia. Quanto às amendoeiras tem mais sorte do que nós, temos (ou tinha-mos uma, nem sei, acho que o meu pai já a arrancou) mas amendoas, nunca deu nada de jeito.

Ana Mourão disse...

Olá MM,

Não respondi porque precisava de ter a certeza do que ia dizer. Então é assim: não aconselho a obtenção atraves da germinação de semente. Isto porque a semente é um filho e pode ser ou não parecida com os pais, se é que seria possivel saber quem são os pais (a polinização é feita por insectos e eles voam grandes distancias. Deste modo podia sair uma boa arvore ou uma arvore com pouca produção. Geralmente germina-se as sementes para depois enxertar. Se mesmo assim quiser germinar será mais ou menos assim:
- Quebrar os caroços, com cuidado, para não provocar danos, e retir as sementes
- Colocá-las em sacos plásticos, com papel de cozinha húmido, e colocar no frigorifico (zona dos verdes)
- Quando se observar o início da germinação devem ser plantadas no viveiro.

É preciso humedecer o papel e demora algum tempo (1 a 2 meses). az-se de modo a que as plantas apareçam no inicio da primavera. O melhor é usar muitas sementes porque há sempre mortalidade.

Espero ter ajudado (para responder a esta tive de ir ao fundo do bau...)
Ana

MakingMoney disse...

Ana, mil obrigados!!!! Nem sei como posso agradecer... Acho que um dia destes teremos um contrato de avença mensal, pode? Até lá, vou-me aproveitando da sua boa vontade...

Posso ficar a aguardar resposta relativamente ao algodoeiro? O baú é muito fundo?

Ana Mourão disse...

Olá MM,
O algodoeiro pode ser herbaceo (anual) ou arboreo (perene). Penso que se esteja a referir ao arboreo.
É uma planta de clima tropical, algumas variedades podem desenvolver-se com temperatura amena. Para fazer o ciclo completo (chegar a dar algodão) precisa de passa por muito calor, muita luminosidade e humidade do solo regular. É bastante exigente. Em grandes culturas tem problemas de pragas e de infestantes, aliás não gosta de ervas e dete ter a terra sempre limpa. Os produtores usam muitos herbicidas e pesticidas para controlar. Mas não deve ser o caso. É uma planta exigente em luz ee calor, necessita de agua para passar por todos os estados, e ter muito algodão mas resiste à seca produz é pouco.
Volte sempre.
Ana
Ps: se calhar vou começar a dar consultoria, dava jeito já que não arranjo trabalho...;)

MakingMoney disse...

Consultoria é trabalho Ana, convém que seja pago claro pois, trabalhar para aquecer... já era... se bem que ao preço que está a electricidade é sempre uma possibilidade, poderiamos até falar num novo tipo de energia renovável. hehehhehe
Agora a sério, a Ana é uma expert nesta matéria, já pensou em rentabilizar estes conhecimentos? Além disso existe muito pouca coisa nesta área disponivel.
Mais uma vez obrigado pela informação... começo a pensar que será dificil a criação de algodão, por pouco que seja. Encontrei umas hastes à venda na zona de florista do Pingo Doce. Será que aquilo pega?

Fica aqui a promessa de que se conseguir pôr o meu projecto de pé fica desde já contratada, Ok?