segunda-feira, 4 de outubro de 2010

O cumulo do desleixo

    Estou a pensar na justificação para ter deixado esta parte do quinta chegar a este ponto... mas não me lembro de nenhuma em especial.


    A relva secou, as roseiras também não estão famosas, já não tem ervas porque já se passou com a roçadora. Este foi o 1º bocado de relva na quintinha. Agora temos um relvado maior e manter este não tem muito sentido (gasta água e dá trabalho). Vou instalar plantas adaptadas ao nosso clima (urzes, alfazema, rosmaninho...) com rega gota-a gota.


    O solo está bastante esgotado, vou ter de renovar parte, com terra e estrume, pois tenho de melhorar a estrutura ou a rega não funciona. A rega que está instalada é por aspersores e tem de ser trocada. Tenho de ir ao viveiro ver se há plantas aclimatadas ou terei de esperar pelo inicio da primavera. Vou dando noticias.

4 comentários:

horticasa disse...

Não acho nada que seja desleixo, nesta altura do ano é mesmo assim.
Onde comprou os seus fogões de sala? Quero comprar um, ou fogão para cozinhar ou de sala só para aquecer.
Moro em Lisboa mas o meu marido vai muito para esses lados...
bjeugenia

Dama das Camélias disse...

Olá! Aqui estou eu a retribuir a visita. A minha história não começa pelos vasos na varanda, ahaha mas também saí da fatídica Ic19 (lisboa/sintra) para morar na zona de Santarém,na aldeia mais portuguesa do Ribatejo. A minha intenção era que a minha filha crescesse num ambiente mais saudável e com outras oportunidades que não fossem apenas grandes Universidades e centro urbano. E outros motivos pessoais que nem vêem ao caso.

O seu quintal está seco, coitado, mas pelo que percebi é uma entendida na "coisa" e depressa iremos ver bons resultados!
Aqui o meu pequeno espaço, com a minha cadela terrorista... é impossível! Já semeei a relva 2 vezes e ela tem estado presa, mas assim que a solto é a desgraça total!!! Só de correr ela esburaca a terra toda. Não há nada a fazer.

Espero ver novidades por aqui! Mas não encontrei os seguidores, vou seguir de outra maneira.

Beijinhos

Ana Mourão disse...

Eugenia,
Comprei os fogões (cozinha e sala) aqui no Cartaxo numa casa de material de construção (Constrolandia). Um dia vi um parecido com o da cozinha na feira de Novembro (Cartaxo), tinha uma coisa boa: a chapa de cima não tinha tinta, era ferro (ou coisa assim), dava para raspar. A minha salamandra da sala tem um forninho que tambem usamos. Pode ver o aspecto no post "o inverno pode chegar" de setembro. Espero ter ajudado, volte sempre.

Ana Mourão disse...

Dama das camélias,
Os filhos fazem-nos ver as coisas de maneira diferente. E a cidade parece que de dia para dia perde encanto. Contudo arranjar emprego fora das cidades é dificil. Admiro a sua coragem.

Os labradores são muito activos nos primeiros anos, mas vão acalmando com a idade. O criador que me deu os meus disse que as cadelas acalmam principalmente depois da 1ºgravidez. A ver vamos, a minha também é uma peste.
Vou vendo o seu blog para ver como vai o negócio.